Excel Financeiros

Recibos de Vencimento e Processamento de salários

29 de Outubro de 2009 às 5:56 por Maria Proiete

Este novo ficheiro para Recibo de Vencimentos e Processamento de Salários, foi efectuado na óptica do processamento de salário das micro-empresas e de forma a perseverar no tempo, sendo apenas necessário aos utilizadores actualizarem as informações das tabelas de retenção de IRS e outras informações fiscais anualmente.

Como usar o ficheiro?

Na folha “Tabelas Ret.IRS” actualize anualmente com os dados das Tabelas de Retenção de IRS que são publicadas (apenas as células a verde). Actualmente o ficheiro está actualizado com as Retenção de IRS de 2009;

Na folha “Actualizações anuais” actualize anualmente com os dados referentes as actualizações do Subsidio de alimentação, Ajudas de Custos e Quilómetros. Actualmente o ficheiro está actualizado com os dados de 2009;

Na folha “Tipo de Remunerações” actualize de acordo com a actualização da fiscalidade (atenção as alterações na segurança social em 2010);

Na folha “Tx.Contributiva Seg.Social” actualize de acordo com a actualização da segurança social e pode criar novos campos (atenção as alterações na segurança social em 2010);

Na folha “Outras Tabelas” actualize os dados do calendário para o ano em questão;

Na folha “Funcionários” coloque a informação referente a cada funcionário, pois todos os campos são essenciais para o cálculo do processamento de salários (até à coluna S), ou para os dados que devem constar no Recibo de Vencimento (a partir da coluna S). A folha tem um limite de 10 funcionários, pois acima disso não poderá fazer o envio manual das declarações para a segurança social na Gestão de Ficheiros DRI;

Na folha “Processamento Salários” coloque:

  • O mês do processamento e o nome da empresa;
  • O n.º de dias úteis de férias que foram gozados no mês a processar salários;
  • O n.º de Faltas Injustificadas no mês a processar salários;
  • O n.º de dias úteis de Subsídio de Alimentação a descontar no mês a processar salários (normalmente férias gozadas + faltas injustificadas + faltas justificadas);
  • Caso existam ajudas de custo a pagar colocar o n.º de dias a receber de ajudas de custo, onde foi a deslocação e qual o valor diário;
  • Colocar o valor se existirem outras remunerações como comissões, prémios regulares, prémios extraordinários ou distribuição de resultados;
  • Altere no quadro da contabilização o número das contas para ficarem iguais às da sua contabilidade.

Faça aqui download do ficheiro Processamento de Salários.

Este ficheiro foi elaborado na versão Excel 2007 e como usa uma série de fórmulas que só existem a partir desta versão, não é possível criar uma versão verdadeiramente compatível em Excel 2003. Se não tiver o Excel 2007 instalado e desejar visualizar este ficheiro, por favor leia este artigo “Visualizar ficheiros de Word e Excel 2007 com o viewer 2003” que explicará como deverá fazer.

Se preferir um ficheiro mais simples, apenas para conferir o seu recibo de vencimento,  veja o ficheiro Recibo de Salário 2010.

Como sempre, agradeço que se for detectar algum erro de cálculo nos ficheiros, p.f. contacte-me para poder corrigi-lo.


40 comentários para Recibos de Vencimento e Processamento de salários

  1. Leonardo escreveu:

    Parabéns, pelos ficheiros: estão muito bons e bastante completos.

    Só encontro uma falha: não para processar trabalhadores em part-time: ou seja, trabalhadores que ganhem à hora. Caso diminua o vencimento, no recibo de ordenado o preço/hora vai aparecer muito baixo.

  2. Ana escreveu:

    ao tentar abrir ficheiro pede a senha… poderia-me dizer qual é?

  3. Pedro Fernandes escreveu:

    Parabéns pelo excelente trabalho,
    encontrei pena falha
    no recibos troca dos dados pessoais dos trabalhadores , nif com a seguradora , etc
    também seria bom ter a opção de abono para falhas e não encontrei

  4. Rui Jesus escreveu:

    Boa Trade
    Antes de mais os parabens pois a informação é excelente.

    A minha duvida, é como posso actuallizar a informação, calendario etc para 2010

    Cumprimentos
    RJ

  5. MARISA escreveu:

    NÃO CONSIGO ABRIR O FICEHIRO… PEDE PALAVRA PASSE!

  6. Maria Proiete escreveu:

    Obrigado a todos que ajudaram com inputs para melhorar o ficheiro e reportaram erros. Disponibilizei uma nova versão para download que deverá reparar os erros sentidos.

    Em relação à disponibilização da password, tal não é necessário, porque todas as células que são para inserir dados estão desprotegidos (são todos os que têm o fundo verde claro). A password é fundamental para proteger os campos com cálculos.

  7. Pingback: Processamento de Salários | Maria do Céu Proiete

  8. irene tavares escreveu:

    ola gostaria que me decem algumas dicas, quanto a materia da aplicação da fiscalidade no processamento de salarios, este será o meu tema para defesa de tese.

    • Maria Proiete escreveu:

      Creio que estão aqui vários artigos que contém várias “dicas”. Terei todo o gosto em ajudar, mas como certamente sabe, uma vez que é a sua tese, o tema “fiscalidade no processamento de salarios” é muito vasto e necessito de saber no que é que precisa de ajuda.

      Posso-lhe indicar alguns livros, mas com certeza também já conhece:
      Manual Prático do Direito de Trabalho, de Armando Antunes Curado da Editora Quidis Juris
      Processamento de Salários: A Retribuição no Código do Trabalho, de Maria Manuel Busto, Editora: E&B Data

  9. Paulo Gouveia escreveu:

    Cara Maria

    Parabéns pelo seu site…excelente a todos os níveis.
    É de louvar a disponibilização on-line de tanta informação de elevado cariz técnico.

    obg

    Paulo Gouveia

  10. Nelson Sebastiao escreveu:

    Boa noite,

    Parabéns pelos ficheiros.

    Seria possível enviar-em a password apenas para efectuar algumas pequenas alterações na componente das horas extra que não estão conforme o pagamento que pretendo.

    cumprimentos,
    Nelson Sebastião

    • Maria Proiete escreveu:

      O ficheiro foi feito de acordo o que está previsto na legislação laboral, exactamente para os calculos serem correctos.

      Sobre as passwords dos meus ficheiros existem por dois motivos: Para os cálculos não poderem ser alterados pelos utilizadores sem querem e assim garantir a integridade do ficheiro que fiz, mas também porque é a minha propriedade intelectual. Pelo exposto, certamente compreenderá que não disponibilize a password.

      Poderei sim, criar uma versão, quando tiver tempo, que coloque referências para células que poderá colocar as taxas das horas e depois enviar-lhe.

      Obrigada!

  11. Dario Ricardo escreveu:

    Como é que processo os subsidios de ferias e Natal?

    Obgd

  12. Micaela Marques escreveu:

    Espectacular, Parabéns pelo trabalho desenvolvido.

    A minha dúvida é a Rem. BAse é de 485€ e aparece-me no recibo 40 € porquê?

    Obrigada,
    Micaela

  13. Micaela Marques escreveu:

    Boa Tarde,
    Aqui temos uma excelente base de trabalho.
    Gostaria de saber o porquê de estar a assumir um valor em remuneração base que não tem nada a haver com a realidade.

    Cpts,
    Obrigada,
    Micaela Marques

    • Maria Proiete escreveu:

      Micaela, está-se a referir a que ficheiro? Este artigo tem 2 para download… e supostamente em nenhum deles tem valor nenhum, é para ser preenchido pelo utilizador. Gostaria de ajudar, mas não consegui entender a sua questão. Poderia especificar melhor o ficheiro, folha e campo a que se refere? Obrigada!

  14. Anthony Nogueira escreveu:

    Bom dia
    Antes demais, obrigado pela disposição desta ferramenta.
    Mas gostaria de saber se é possivel alterar os valores das horas complementares, uma vez que a empresa em questão paga um valor fixo por hora. E quanto ás horas nocturnas o valor por hora está correcto, mas só deveria contabilizar no “valor total” os 25%, não sei se estou a fazer algo de errado… Numa simulação em que um funcionário trabalhe 10 “noites” durante o mês, vai duplicar o valor hora mais os 25%… Como posso corrigir isso?
    Cumprimentos

  15. EP escreveu:

    Alguém me sabe dizer se é legal enviar o recibo de vencimento aos trabalhadores, trimestralmente?

    • Maria Proiete escreveu:

      O correcto é enviar o Recibo de Vencimento assim que se paga o salário para o trabalhador poder conferir o que lhe foi pago e o que lhe foi descontado. Contudo, por vezes as empresas poderão ter questões internas, de vária ordem (administrativa, de custos, etc.), que poderá levá-las a atrasar a entrega desses recibos. Algumas empresas nem fazem o processamento de salários, subcontratam a outras esse serviço e estão assim dependentes que lhes entreguem os recibos. Outras têm funcionários a trabalhar em vários locais do país, e fora do país, e por uma questão de cortar custos com os correios juntam recibos de vários meses… algumas empresas para poupar horas de trabalho administrativo e gastos em correio aderiram ao Recibo de Vencimento electrónico, em que é o próprio funcionário a ter que ir à página interna da empresa na internet e fazer o download dos recibos. As situações são diversa e tem que ser analisado caso-a-caso!

      Agora a sua questão foi em relação à legalidade, e isso remete-nos para a legislação:
      - No contrato de Trabalho não aparece nenhum prazo para entrega dos Recibos de Vencimento, nem tenho conhecimento de alguma circular que defina esse prazo (o que não quer dizer que não exista – apenas que a legislação é vastíssima);
      - No artigo 123.º do Regime Geral das Infracções Tributárias (RGIT) – «Violação do dever de emitir ou exigir recibos ou facturas», e tem coimas de € 50 a € 1250, mas é em relação às facturas e recibos de pagamento, não a recibos de vencimento…;
      - No artigo 787.º do Código Civil – «Direito à quitação», dispõe: “1. Quem cumpre a obrigação tem o direito de exigir quitação daquele a quem a prestação é feita, devendo a quitação constar de documento autêntico ou autenticado ou ser provida de reconhecimento notarial, e aquele que cumpriu tiver nisso interesse legítimo”… mas também não se aplica a recibos de vencimento, pois quem cumpre a quitação é a entidade trabalhadora e não o trabalhador…

      Assim sendo, não consigo ajudá-lo mais. Apenas lhe posso indicar que, se receber os seus Recibos de Vencimento trimestralmente lhe trás agravo e transtorno, e se após expressar isso à sua entidade patronal e solicitar a emissão dos recibos mensalmente tal lhe for negado, dirija-se a uma Loja do Cidadão (que está aberta inclusive aos Sábados, até às 15h) aos balcões da ACT – Autoridade para as Condições de Trabalho (http://www.act.gov.pt/) e exponha a sua situação e veja como é que eles poderão ajudá-lo.

  16. Jose Matos escreveu:

    Ola,

    Gostaria de a felicitar pela brilhante iniciativa e pela ajuda que me tem dado,pois aprendi imenso lendo tudo o que escreve.
    Tenho estado a tentar preencher os campos(para praticar) e infelizmente não me estou a sair nada bem. Pois não consigo fazer com que o nome do trabalhador me apareça na parte de processamento de salarios.
    Sei que é problema meu mas se me pudesse ajudar agradecia imenso.
    è para alguem com um Salario bruto de 2950 euros.

    • Maria Proiete escreveu:

      Agradeço as suas palavras amaveis sobre este meu blog!

      Em relação ao ficheiro, creio que se estará a referir ao “Recibos_de_Vencimento_e_Processamento_de_Salarios_v1.3.xlsx”, se assim for, queira p.f. colocar o nome do 1.º funcionário na célula C7 da folha “Funcionários” (e terá que preencher todos os dados relativos a esse mesmo funcionário), depois na célula C8 os dados do 2.º funcionário, etc. até 10 funcionários que é o máximo que este ficheiro permite.

      NOTA: As versões do Excel 2007 e 2010, por segurança, abrem os ficheiros com vista protegida (como se fossem só de leitura), tem que se certificar que antes de começar a colocar os dados “desprotege” a vista. Aparece uma mensagem no final do Friso (Ribbon Bar) e antes do inicio da folha de cálculo.

  17. Jose Matos escreveu:

    Ola,

    Muito obrigado…a real lifesaver

  18. Ricardo Lopes escreveu:

    Boa tarde, realmente o seu Blog está muito bom e as folhas de calculo desponibilizadas ainda melhor, segundo algumas considerações que já li por aqui e mesmo utilizando as suas folhas de calculo como exemplo consigo verificar que utiliza para calculo de valor diário a formula também utilizada pela segurança social Rd=RM/30.
    O que acontece é que na minha empresa para me descontar 1 dia de salário utilizam a formula de calculo da hora de trabalho (RM * 12) / (52 * 39) = X

    Valor dia = X * 7.8 = Y
    Isto está correcto ??

    Como poderei eu contestar esta situação.

    Atentamente,
    Ricardo Lopes

  19. Rute Brito escreveu:

    Bom dia , de facto está excelente, mas não consigo desproteger a folha.

    • Maria Proiete escreveu:

      Verifique p.f. se a sua questão não terá a ver com a activação da folha (aparece uma mensagem em cima da folha de cálculo, por uma questão de segurança, e diz que está em modo de vista protegido, porque é um ficheiro da internet, e tem que Activar a edição). Se for essa a questão ficxará resolvido.

      Depois, algumas células da folha estão protegidas, mas não tem necessidade de desproteger a folha para a utilizar, nem é suposto (tal como quando utiliza um software não precisa do código fonte), pois a password está a proteger as células com fórmulas para não serem alteradas, mas as células que são para inserir dados estão desprotegidas.

  20. Maria da Glória Rodrigues escreveu:

    Boa tarde,

    Felicito-a pelo excelente trabalho de consulta e apoio contabilistico e financeiro entre outros. Relativamente ao programa de calculo de venvimento está muito bem elaborado. Gostaria de poder utilizar o mesmo para criar recibos de vencimento e por conseguinte, quero saber se tenho que pagar alguma licença. No entanto, detectei alguns erros de processamento e que são os seguintes. A taxa de retenção de IRS incide sobre o vencimento bruto, no entanto e por motivos de legislação, o valor retido se não for exacto, deve ser arredondado por defeito ou por excesso. No entanto, o seu programa não tem esta particularidade. Alé disto e não sei porque razão, se colocar num funcionário o vencimento de 505,92 euros, no recibo aparece 505,80 euros. Um outro problema é que se para que no recibo apareça no campo o valor do vencimento base é necessário colocar este valor no campo referente a nº de horas semanais.

    Se não for pedir muito, gostaria de saber se é possível solucionar estes erros.

    Grata pela atenção e sinceros agradecimentos pelo trabalho desenvolvido.

    Glória Rodrigues

    • Maria Proiete escreveu:

      Este ficheiro é livre e gratuíto. Aconselho a que faça o download da última versão que tem mais funcionalidades e alguns erros corrigidos:
      - Processamento de Salários:
      http://mariaproiete.com/blogs/financas/wp-content/uploads/2010/07/Recibos_de_Vencimento_e_Processamento_de_Salarios_v2.1.xlsx.zip
      - Processamento de Sub.Férias e Natal:
      http://mariaproiete.com/blogs/financas/wp-content/uploads/2010/07/Processamento_de_Subsidio_de_Ferias_e_de_Natal_v2.1.xlsx.zip

      Gostaria de esclarecer que uma coisas são erros, outra bem diferente são limitações. E ainda outra coisa são dados que são exigidos para calcular (dados obrigatórios de preenchimento).

      Este ficheiro não é um software de Processamento de Salários (nem pode ter essas pretensões – é apenas um ficheiro de Excel com várias folhas de cálculo) e foi criado com o intuito de ajudar Microempresas e Trabalhadores Independentes com o Processamento de Salários, mas apenas com as situações mais comuns e gerais, assim têm uma série de limitações:
      - Só permite processar salários a 10 funcionários;
      - Só permite um processamento (não tem uma base de dados que permita acumular os processamentos de todos os meses, logo não permite emitir histórico de processamento por funcionário, uma declaração para o IRS, etc.);
      - O Processamento do Subsídio de Férias e de Natal tem que ser efectuado num ficheiro à parte (bem como o fecho de contrato);
      - Não permite ter outras taxas de pagamento de horas extraordinárias do que aquelas que estão estipuladas na lei;
      - Têm um número muito limitado de “Tipo de Remunerações” para fazer o processamento;
      - Não permite fazer cálculos com o valor de base de 22 dias úteis (só a 30 dias, que é base utilizada para a Seg.Social);
      - Não permite criar ficheiros XML para enviar para a Seg. Social;
      - Não permite fazer arredondamentos à unidade no IRS, nem escolher a hipótese por excesso ou por defeito (apenas faz arredondamentos aos cêntimos, que não está errado e é o mais utilizado nas empresas desde o Euro – antigamente com o escudo que já não existiam centavos é que era uma questão problemática);
      - Etc., etc., etc. …

      Em resumo é apenas um ficheiro para “desenrascar” quem não tem a possibilidade de investir num software profissional (e como inúmeras outras funcionalidades) e tem um processamento de salários sem grandes particularidades. Todas as empresas que têm necessidades mais específicas, ou não tendo necessidades específicas, mas que monetariamente possam fazer esse investimento, devem investir num software profissional de Processamento de Salário, que para além de inúmeras funcionalidades a mais, que este ficheiro não tem, está mais testado e tem manutenção e linha de apoio que poderão ligar com questões.

  21. Paulo escreveu:

    Apesar de ainda não ter explorado aprofundadamente todo o blog dou-lhe os parabéns por todo o trabalho e informação aqui apresentada.

    Tentei fazer download do ficheiro “Recibo de Salário 2010″ de vários locais no blog mas sempre sem sucesso por indisponibilidade do ficheiro.

    Seria possivel verificar a situação?

    Muito obrigado

  22. Paulo escreveu:

    Parabéns pelo blog

    Contudo não consigo fazer download do “Recibo de Salário 2010″

  23. Sandra Rocha escreveu:

    Bom Dia!

    Por favor queira aceitar os meus sinceros parabens pela excelente ferramenta de trabalho que o seu site possibilita.

    É deverás um serviço publico de excelente qualidade.

    Sou funcionária numa micro empresa e a informação que disponibiliza faz com que o meu dia seja menos penoso e mais enriquecido, nestas questoes ambiguas da contabilidade/fiscalidade e processamento de salarios.

    Um grande bem-haja para si.

    E obrigada pela ajuda que é o seu site

    Com os meus respeitosos cumprimentos, subscrevo-me atenciosamente
    S.R.

  24. Maria Proiete escreveu:

    Actualização do Ficheiro de Processamento de Salários e do Ficheiro de Sub.Férias e Natal:

    Estive a alterar o ficheiro e a acrescentar novas funcionalidades, por isso já tem as tabelas de retenção actualizadas (versão 2.1).

    No entanto, para as futuras actualizações, este ficheiro permite que os seus utilizadores actualizem as tabelas de retenção e outras actualizações (Sub.Refeição, ajudas de custo, etc.), sem qualquer necessidade da minha intervenção:

    Actualização das tabelas do IRS:
    1.º) Fazer download das Tabelas de Retenção actualizadas: No Portal das Finanças/ Apoio ao Contribuinte/ Tabelas de Retenção do IRS (http://info.portaldasfinancas.gov.pt/pt/apoio_contribuinte/tabela_ret_doclib/)
    2.º) Tabela a Tabela, copiar apenas os valores e as taxas para a folha “Tabelas Ret.IRS” (intervalo com o fundo a verde, que permite o utilizador alterar os valores). Repetir este passo para cada uma das tabelas.
    Nota: Se por acaso aumentarem o n.º de escalões, como foi o caso deste ano, não copiar últimas linhas (o n.º de linhas a copiar para cada tabela tem que ser igual, ou menor, ao n.º existente na respectiva folha “Tabelas Ret.IRS”).

    Outras Actualizações Fiscais:
    Na folha “Actualizações anuais” colocar manualmente nas células com o fundo verde os valores do respectivo ano.

    Actualizações do Calendário:
    Na folha “Outras Tabelas” colocar manualmente nas células com o fundo verde as datas e n.º de dias úteis do respectivo ano.

  25. Maria da Glória Rodrigues escreveu:

    Bom dia,
    Quero agradecer-lhe pela atenção e trabalho oferecido. Todas estas informações que disponibilizada são deveras importantes. Mas sei que é necessário investir muito tempo, paciência e sabedoria e que ninguém a paga. Se a generalidade das pessoas que podem ou poderiam fazer isso, Portugal estaria bem melhor!
    Portanto, da minha parte resta apenas agradecer-lhe e pedir-lhe que continue este trabalho de Excelência.
    Glória Rodrigues

  26. Pingback: Ficheiros em Excel para Processamento de Salários | Maria do Céu Proiete

  27. Pedro escreveu:

    Parabens pelos arquivo 5 estrelas.

  28. Anabela escreveu:

    Parabens pelo trabalho espetacular, um ficheiro 5 *****
    Muito obrigado pelo seu emprenho
    Cumprimentos
    AC

Deixar uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Pode usar estas tags HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>